Monitoramento de ambiente de negócios

Todas as organizações compram, produzem, atendem, vendem, enfim, geram quantidade de dados incalculáveis. Transformar esses dados em informações é um gargalo que muitas empresas enfrentam.  Porém, ocorre ainda que muitas decisões são tomadas tendo como pano de fundo somente o “feeling”, em especial quando as empresas não realizam o monitoramento de ambiente de negócios.

Concordamos que vários casos a experiência e o conhecimento sobre o negócio devem ser considerados, mas quando apoiados devidamente com dados e informações relevantes suas chances de sucesso aumentam consideravelmente.

Conversando com alguns gestores de várias empresas de diversos segmentos e portes de empresa, chegamos à conclusão que dentre todas as alternativas, àquela que houve maior ênfase foi a dificuldade em encontrar pessoas que possuem competência analítica. “Essa competência está relacionada a um olhar mais estratégico”, admitiram eles.

Em grande parte, esta falta de controle dos dados de uma companhia se deve pelo pouco conhecimento dos profissionais em técnicas de análises (advanced data analytics) e ao uso de soluções pouco intuitivas.

Este olhar estratégico está relacionado com a capacidade do gestor em avaliar possíveis cenários futuros, advindos de suas decisões. Ocorre que, para se ter uma certa dosagem de previsibilidade são necessários outras informações e dados que estão fora do contexto em que a empresa opera (informações sobre concorrência, mercado – clientes e fornecedores, dados e informações setoriais, econômicas e em alguns casos de outros setores).

Toda essa riqueza informacional produz insights que quando aliados à capacidade de assumir determinados graus de riscos (feeling) pelo gestor, acontece então uma tomada de decisão mais assertiva, quanto das oportunidades de negócio quanto a sua performance empresarial.

O monitoramento de ambiente de negócios é muito mais que tecnologia

O constante monitoramento do ambiente empresarial vai muito além de instalar ferramentas e configurar níveis de alerta, são necessários construir dentro dessa perspectiva o que realmente faz sentido ser monitorado, sua frequência e profundidade.

É necessário ter muita documentação, acesso a diversas fontes e gente preparada nos processos relacionados à operação, para que em tempo real consigam avaliar os impactos sobre o negócio.

Não tem mistério: decisões necessitam de informações que nem sempre estão disponíveis facilmente!

Porém é aí que muitos gestores ficam sem ação. Afinal, contratar uma ferramenta é simples, encontrar os profissionais para operá-las a um nível de excelência é uma tarefa de extrema dificuldade. Quantos projetos nas empresas não nascem mortos por falta de profissionais com as competências certas para conduzi-los?

Outro problema que as empresas brasileiras enfrentam é o baixo grau de produtividade. Um gestor que não possui o conhecimento das atividades realizadas por um subordinado corre o risco de não conseguir mensurar se as mesmas são executadas em um nível ideal de velocidade. Isso impacta no custo, nos produtos gerados e na credibilidade da área.

Dentro dessa perspectiva empresas buscam soluções customizadas e serviços de outsourcing voltados para área de inteligência competitiva. Afinal, por meio do outsourcing se terá a certeza de que os resultados serão entregues e que profissionais de ponta estarão operacionalizando as atividades.

Conclusão

Nossa experiência é que as empresas fracassam no monitoramento de ambiente de negócios pela falta de profissionais capacitados. Suprir essa demanda está cada dia mais difícil, dada o despertar das empresas de diversos ramos para as atividades de Inteligência.

Apesar disso, não é necessário se desesperar, existem empresas que agregam profissionais com o perfil ideal para tais projetos, podendo sua empresa recorrer ao outsourcing como estratégia de monitorar o mercado, muitas vezes até a preços mais baixos do que contratando uma equipe.

Se você ficou com alguma dúvida ou curiosidade sobre o processo de outsourcing, recomendamos que entre em contato conosco para batermos um papo.